10 de dezembro de 2006

Que a terra não lhe seja leve!


Morreu em paz e sossego, até teve direito a extrema unção e tudo...
Mas, se Deus existe mesmo, este deve ir direitinho para o Inferno.
Já que não houve justiça na Terra, resta-nos a esperança da justiça divina!

7 comentários:

Emiéle disse...

Ora bem Saltapocinhas: clap, clap, clap!!!!
Tu surpreendes-me mulher! Achava eu qye quem se interessava por política era eu... mas a verdade é que este tipo ultrapassa a questão simples de política para ser uma questão de justiça. Uma ditadura sangrenta como poucas, contra um governo que tinha sido eleito em eleições perfeitamente livres!
Uma comentadora minha, perguntava qual seria o contrário de «paz à sua alma» e deve ser a tua expressão.

Gostei de te ler!

Grilinha disse...

Lá para onde quer que vá há-de pagar por todos os males que fez na Terra.
Não senti pena nenhuma e só acho que a falha é da justiça dos homens que desta vez tardou e falhou.

Anónimo disse...

Muito bem Saltapocinhas! Eu subscrevo o que dizes! Este montro há-de ser lembrado como um criminoso para sempre. Só é pena é que para o fazer o que fez, teve quem o apoia-se e esse ainda cá estão...

mfc disse...

Não acredito... ou há justiça aqui ou há impunidade!
E ele saíu impune!

Didas disse...

Espera sentada.

aflores disse...

TU és Fantástica!!!
Maravilhosa!!!
Fenomenal!!!!!!!!!!!!
Mas tens um pequeno defeito.....AINDA ACREDITAS NO PAI NATAL????

SaltaPocinhas disse...

Olha Flores, eu acredio no Pai Natal, no Menino Jesus, na fada dos dentes.
Acredito em fadas, acredito em bruxas (das boas e das más) e acredito em duendes...
Acredito que os animais falam e que as fábulas aconteceram mesmo...
Como vês, sou uma mulher muito crédula e não considero isso um defeito!