9 de dezembro de 2006

TLEBS

Todos temos um bocado a tendência de, à primeira vista, rejeitar o que é novo para nos agarrarmos àquilo a que estávamos habituados e familiarizados.
Mas nesta história da TLEBS, só tenho visto professores a reclamar.
Quem diz bem são, além dos que estão por trás dos novos conceitos, outros intelectuais que nunca sentaram o rabinho numa sala de aulas.
Sei muito pouco sobre o assunto, mas o pouco que sei já deu para ver que vem aí complicação da grossa...
Já falei com alguns professores, daqueles que eu sei que são muito competentes e não vi nenhum entusiasmado com a nova terminologia!!
Antes pelo contrário!
Eu ficava feliz se cada aluno que termina o 12.º ano soubesse escrever um texto escorreito e perceptível, e tivesse lido meia dúzia de obras de bons escritores na íntegra!!
Primeiro nasceu a língua, depois é que inventaram a gramática!
E se deixassem as complicações gramaticais para quem vai seguir cursos de línguas?
E que os professores fiquem apenas a ensinar os seus alunos a gostar de ler e a saber escrever!
Vem isto a propósito dum mail que recebi hoje e que passo a transcrever:
«Meu, não dá para te passar tudo, mas é uma cena... Como é que t'hei-de dizer, assim uma cena um bocado marada que não dá prá agarrar logo!
Tem bué de words novas, tu nem tosgas, eu pelo menos vejo-me à rasca.
A profe também anda bimba com a cena, parece que não topa peva, é assim uma cena toda nova.
Aquelas gaitas ca gente teve de encornar - os adjectivos, os verbos, essas cenas, 'tás a ver - agora tem tudo outros nomes, bué de compridos e depois cada cena com uma data de nomes.

Por causa daquele baril que no outro dia dizia na televisão que o fora de jogo "era consoante o árbito", até copiei a cena das consoantes que vem no paper: passou a haver "consoantes surdas"e "sonoras" mas, aguenta-te aí, que depois tens consoante oclusiva, fricativa, nasal, oral, lateral, vibrante e africada.
Esta do "africada" julgo que é por causa dos blacks, e a minha miúda, que costuma ler os jornais, ficou lixada, diz que lhe parece uma cena um bocado racista!

Acho que é uma lei que os políticos fizeram e depois os profes têm de andar com a cena e a gente é que amoxa!
Passas a ter de meter nos cornos que há verbo principal impessoal , verbo pessoal intransitivo, verbo principal transitivo directo, verbo principal transitivo indirecto e verbo principal transitivo directo e indirecto, uma cegada!
Lá o que são verbos, ainda perguntei ao meu velho lá em casa e o gajo lá disse umas coisas, até falou da cena do transitivo, mas aí já foi muita areia - mas agora isto tudo!

E, ainda por cima, dizem que é para a maralha aprender a escrever, a criar, como eles dizem, uma cena de "hábitos de leitura"!
Topas, um gajo a querer ler uma cena numa curte porreira e vêm com esta trapalhada, mais vale um tipo agarrar as words do inglês, que dão para o computas e a malta até topa logo.

Houve um gajo - penso que é do sindicato ou uma cena assim, mas é fixe, alinha com a malta - que me disse que isto vem tudo do mesmo sítio, dos mesmos cromos do Governo e do Ministério que também andam a despedir os profes, a inventar aquela cena marada das "aulas de substituição", a correr com o pessoal que tratava lá da cantina e tudo isso, a fazer um granel do camandro nesta cena toda.

A minha esperança é que agora, com o TLEBS (topas? A Terminologia Linguística para os Ensinos Básico e Secundário) isto vai ficar uma curte muito mais fixe e vou ler o Fernando Pessoa.
Ruben de Carvalho,
jornalista

9 comentários:

Anónimo disse...

Toda a gente malha nesta ideia peregrina, mas eu não fiquei minimamente surpreendido. Há um erro na estrutura profunda que, enquanto não for corrigido, iremos assistir a muitas mais iluminuras do tipo. Risível, mas comprensível.

Anónimo disse...

Eu também só ouvi falar do conceito há poucos dias, e como não sou de negar ciências à partida, vou esperar para ver o que acontece. Se conseguirmos melhorar o estado da nossa língua junto dos nossos alunos, então óptimo, a cena (a terminologias) que venha, e vamos todos ficar bué de happys! =P

SaltaPocinhas disse...

mas eu, que sei um bocadinho mais do que aquilo que deixei transparecer, posso dizer-te que é uma perfeita aberração, sobretudo no secundário.
E como disse no post, seria bom que todos os alunos que acabam o secundário soubessem exprimir-se por escrito, mesmo que não conhecessem tantas "marcas" de verbos!!

mfc disse...

E eu que julgava que percebia um pouco de português??!!

Anónimo disse...

A TLEBS é uma aberração em qualquer grau de ensino.
Dois exemplos: os substantivos passaram a nomes e deixaram de ser apenas comuns, colectivos, próprios, concretos ou abstractos para serem também humanos/não humanos, contáveis/não contáveis e animados/não animados. O atributo do sujeito passa a ser modificador do nome restritivo tipo adjectival.

É uma terminologia para ensino superior!

Emiéle disse...

Ouvi vagamente falar, mas com este aperitivo, vou ver se me informo convenientemente. Como começas por dizer, temos muitas vezes a tendência para desconfiar do que é diferente ou novo. Muitas vezes não temos razão, mas...
A verdade é que escreve cada vez pior. Como aquele texto tão engraçado mostra, o português aparece «constelado» de termos ingleses sem a menor vantagem (digo sem vantagem porque não é o caso de alguns neologismos, onde faz algum sentido utilizar-se a palavra doutra língua em vez de arranjar uma adaptação coxa!) e esquecemos palavras portuguesas que lentamente vão sendo esquecidas. Por aquilo que observo, parece que o vocabulário-base está cada vez mais reduzido.
Quanto à gramática, é bom que se saiba, mas para quê complicá-la dessa forma???

Beatriz disse...

Enquanto existirem alunos que não sabem absolutamente nada sobre a nossa língua no 12º ano, o TLEBS só irá servir para complicar.
E os alunos (ok, a maior parte, sim, porque estou em pleno 12º ano =D e acho que estou "em condições" de escrever um texto em bom português!), continuarão a não conseguir formular uma frase completa, com nexo, num texto.

Perdoem-me a invasão, descobri o blog, senti-me um tanto ou quanto "atingida" com o respectivo post. =)
Beijinho *

nana disse...

tem toda a razão o queixoso!!

aflores disse...

Ó setora...ya...naquela base...assim....pois....como hei-de dizer...não stress, na maior :):)