4 de dezembro de 2006

Ter ou ser?

Pergunta desnecessária, pois todos sabemos que cada vez mais se valoriza o "ter" e desvaloriza o "ser".
Como remar contra esta maré?
Não há remédio infalível, mas talvez começar a educar as crianças nesse sentido não seja má ideia...

Por isso me repugna tanto a nova publicidade à TV Cabo.
... primeiro era a mulher que abandonava o marido por não haver a dita cuja TV lá em casa (podia entrar aqui pelo tema do machismo na publicidade, mas agora não me apetece)
... depois era a empregada que se despedia pelo mesmo motivo

Pronto, até aqui tudo bem: era só mais um anúncio de mau gosto a juntar a tantos outros.
Mas agora passou as marcas da decência ao colocarem a voz duma criança a despedir-se do pai, pois vai morar para casa de uma amiga que tem a tal da TV Cabo!

Ter uma televisão com muitos canais é mais importante que a presença de um pai...
Mas alguém duvida??

11 comentários:

Eu disse...

(esta Eu tenho de comentar)

tens toda a absoluta razão! e Eu ainda acrescento mais esta:

no anuncio em q é o puto q s vai embora, às tantas, compara-se não ter tvcabo com viver num pais do terceiro mundo - isto não é mau gosto; é o piorio ao serviço do gosto!

bj

Grilinha disse...

Tens toda a razão.

Paula disse...

Isto é Educação do mais moderno que há!

bell disse...

Sabendo nós como a televisão (des)educa as crianças, corremos o risco de ter todas as crianças e adolescentes do país a fazer a mesma chantagem.

fábula disse...

é essencial ter muitos canais p/ter qualidade de vida... mm q ñ se tenha € p/comer, ou p/outras coisas básicas!

peciscas disse...

Apesar de termos de lutar contar tantas correntes contrárias, ainda coninuo a pensar que a única solução é investir nas atitudes educativas junto dos nossos alunos.
E digo isto apesar de já estar com o pé no estribo para saltar ...

Anónimo disse...

Margarida, a globalização é basicamente o dinheiro acima de tudo. Portanto... que é isso do Pai? Se não tem dinheiro para o cabo, vou à procura de outro. Mas como agora vamos ter uma Alta Autoridade isto vai fiar mais fino. Tá-se mesmo a ver. Agora imagina, se mesmo assim não lhe tocam, imagina quando for comprada por uma maior. Aí o puto bate no pai se ele não pagar a mensalidade dos canais pornográficos.

Anónimo disse...

Desse anúncio ainda não dei conta (mas como costumo tirar o som aos anúncios muitas vezes perco umas 'pérolas') mas já não suporto os telefonemas cá para casa, dia sim dia não a proporem novos «pacotes» com umas belíssimas promoções... Penso que aquilo deve estar numa total desorganização para não saberem para quem é que telefonaram e não voltarem a repetir n vezes a mesma chamada!!!!
Quanto à pedagogia implicita no anúncio, nem vale a pena falar... É uma terrível Bola de Neve, - eu tenho, quero mais, os outros têm, eu também quero, é uma espiral sem fim!

aflores disse...

Eu preferia o meu Pai a 50 biliões de TV's com Cabo. Sem dúvida!!! Repara que salvo raras excepções, a publicidade é a "cara" do produto e no que diz à netcabo...o anúncio até está tal e qual, uma grande............

Didas disse...

Por acaso quem fez esses anúncios devia mesmo limpar as mãos à parede...

Camilla Jacintho disse...

eu estava procurando um tema da minha redacao da escola, sobre ter e nao ser.. e vi isso aqui! achei muito bom!
achei que tem toda a razao