E à segunda feira são duas!

Hoje, com tão bom tempo, a praia estava assim cheia!
É lindo, não é?

A alternativa foi esta:


É que sim, a Atlântida existe, fica na Costa Nova e faz estas deliciosas natas!
E garanto-vos que, quentinhas e polvilhadas de canela, sabem ainda melhor do que parecem!

Comentários

Isabel Aleixo disse…
Ai que inveja!
Não fora a minha pastelaria de eleição fazer os melhores pastéis de nata que conheço e ficava a babar-me a noite toda!
Amanhã de manhã, corro para lá.
Já a praia, assim linda e «cheia»... não tenho por perto! Humpf!
ticopei disse…
Também lá estive, na praia, mas com a ventania que estava fiquei-me mesmo pelo contiqui!! Quanto às natas também sou fã!!! Adoro-as, assim mesmo... Carregadinhas de canela! Até já falei nelas lá no ticopei...Quem sabe algum dia não nos encontramos por lá??? Bjos
Formiguinha disse…
Droga de tempo!!!

Bolas:(

Bêjos
Fábula disse…
bem, quando dizes "polvilhadas de canela"... não meteste o pote todo, não?! ;)
Hindy disse…
Yummi!

Beijinhos hindyados
SaltaPocinhas disse…
olá isabel!
as natas da tua pastelaria até podem ser boas, mas não são melhores que estas.
vou ter de experimentar!

ticopei: também costumo ir ao contiqui, quem sabe até já nos encontrámos por lá!

formiguinha: não stresses que isto vai melhorar!

fábula: não tem assim taaanta canela ;)

beijinhos hindy!
já estás colocada?
tonsdeazul disse…
O areal está como eu gosto.
Vazio, vazio, vazio.
Os pastéis de nata estão como eu gosto.
Grrrrr.... que inveja!!! :)
maria m. disse…
conheço essas natas, adoro essas natas!

e gosto duma praia serena, assim, como na foto, mas sem ventania, se faz favor... (impossíveis!)
ticopei disse…
Talvez, talvez... Mas é muito fácil de me reconhecer... Basta ouvires alguém que devido à traquinice dos herdeiros não pára de dizer: Maria, não puxes o teu irmão. Anda cá Maria. Não vás para aí João. Não mexas nisso João... Ah! Que saudades do tempo que ficava descansada só a olhar para o mar... Agora... mal lhe ponho a vista em cima:)))Bjos, até qualquer dia!

Mensagens populares deste blogue

O vagalume e o sapo

O respeito

Fábula moderna