15 de agosto de 2007

Reviver o passado... no sótão!

(foto da net)

Por estes dias tenho andado a fazer limpezas no meu sótão...
Não aquelas limpezas comuns, do limpa-o-pó e limpa-o-chão, mas sim uma limpeza que inclui tirar tudo das estantes e deitar fora o que, se calhar, nem deveria ter sido guardado.
Eu, que tenho a mania de guardar tudo, resolvi agora fazer uma grande selecção a começar pelas centenas milhares de revistas, sem esquecer cadernos e caderninhos, cartas, postais de boas festas e milhentos papéis!

Acontece que, antes de deitar algo fora, tenho de cuscar, de ler... o que traz duas consequências:
por um lado, o trabalho torna-se muiiito demorado. Por outro lado, tenho feito umas "viagens ao passado" deveras interessantes!

(alguém acredita que se podia almoçar - 2 doses, vinho do bom e sobremesas - por cento e vinte escudos?)

6 comentários:

Didas disse...

Adoro sótãos cheios de tralha velha! Weeeee!!!

José Alberto Mostardinha disse...

Olá:

eh!eh!... onde é que isso já vai.
Um beijinho,

bell disse...

Também tenho esse problema com as arrumações. E como guardo tudo, quando/se tiver de me mudar vai ser um sarilho.

PN disse...

Também adoro sótãos e também tenho a mania de guardar tudo e o processo de arrumação é sempre demorado...

maria m. disse...

detesto fazer arrumações, exactamente porque não consigo deitar nada fora sem ver tudo, reler tudo, etc, primeiro, o que se torna tarefa infindável...

dembro-me de o fazer quando mudei de casa, comecei com grande antecedência e também encontrei algumas antiguidades, mais tipo papelinhos escritos por amigas de escola, cartas, objectos que já nem lembrava ter...

aflores disse...

Também tenho andado numa tarefa idêntica, e o problema é que há sempre qualquer coisa que não sou capaz de deitar fora :)
Fica para a próxima