25 de dezembro de 2004

Miguel Torga - História Antiga

Hoje deixo aqui o meu poema de Natal preferido, com votos de
Feliz Natal para todos!

História Antiga

Era uma vez, lá na Judeia, um rei.
Feio bicho, de resto:
Uma cara de burro sem cabresto
E duas grandes tranças.
A gente olhava, reparava, e via
Que naquela figura não havia
Olhos de quem gosta de crianças.

E, na verdade, assim acontecia.
Porque um dia,
O malvado,
Só por ter o poder de quem é rei
Por não ter coração,
Sem mais nem menos,
Mandou matar quantos eram pequenos
Nas cidades e aldeias da Nação.

Mas,
Por acaso ou milagre, aconteceu
Que, num burrinho pela areia fora,
Fugiu
Daquelas mãos de sangue um pequenito
Que o vivo sol da vida acarinhou;
E bastou
Esse palmo de sonho
Para encher este mundo de alegria;
Para crescer, ser Deus;
E meter no inferno o tal das tranças,
Só porque ele não gostava de crianças.


Miguel Torga
Coimbra, 12/10/1937

11 comentários:

Anónimo disse...

grande artista...

a disse...

não conhecia o poema, mas gostei muito: uma alternativa aquela carga dramática que está normalmente associada ao Natal. Faço minhas as palavras do comentador anterior.

lique disse...

Miguel Torga numa faceta terna que lhe vai muito bem. Delicioso o poema! Espero que tenhas tido um Natal pleno de paz e amor. E preparemo-nos para a vinda de 2005. Beijinhos

Anónimo disse...

Que bonito :) Gosto muito de Miguel Torga, mas não conhecia este poema. Beijo enorme e continuação de Boas Festas :) Carla.

Anónimo disse...

Confesso que não conhecia este poema. Adorei. aflores/ailaife blog

polittikus disse...

Hum... não conhecia. Mas é belo... BOAS FESTAS E BOA ENTRADA NO NOVO ANO.

Japinho disse...

Bonito, como só o Torga consegue.
Bom Natal

inconformada disse...

Vê só que nos últimos dias é a 3ª vez que "oiço" este poema - belissima escolha a tua ! :-)
Espero que tenhas tido um excelente Natal !

Guilherme disse...

Muito legal.
E que lindo :"Para encher este mundo de alegria"
Precisamos tanto, né ?

um abraço e uma boa semana,

guilherme

Anónimo disse...

E depois toda a gente foi comprar prendas e adorar o pai natal e lá se foi o menino jesus...whatever....(é a consumista que há em mim...)espero que tenhas tido um bom natal!bjokas****

afigaro disse...

Como seria bom ontem ter surgido um "burrito", para as pessoas apanhadas, na "tsunami" do Índico.Estou horrorizado:é de levantar os olhos aos Céus!