29 de junho de 2005

Avaliações e outras coisas mais

Escrevi no Registo de Avaliação de um aluno o seguinte:

«Precisa de ajuda para poder melhorar as suas aprendizagens, pois tem dificuldades em todas as áreas.
Precisa que, em casa, o valorizem e ao seu trabalho.
Precisa de muita atenção e apoio.»

Não escrevi mas devia ter escrito:

precisa do carinho da mãe;
precisa de paz e sossego;
precisa de refeições decentes;
precisa de trazer lanche para a escola;
precisa que a mãe passe o serão com ele e não na discoteca;
precisa que o mandem tomar banho e lhe vistam roupa lavada;
precisa de um pai e não dos "namorados" da mãe;
precisa de ser... simplesmente criança!

Ai que raiva!

25 comentários:

Formiguinha disse...

O maior problema é que sozinha não consegues resolver nada.

Anónimo disse...

É pena mas é o dis a dia de muitas crianças.Há mães que nunca o deviam ser.É para reflectir se a sociedade deve deixar algumas mulheres ter filhos? E também para lembrar aquela que abandonou os sete filhos.Beijinhos.Arte por um canudo2

Estrela do mar disse...

...sabes que uma @miga minha que é professora também se queixa do mesmo?...é verdade...muitas crianças não dão o rendimento que deviam...porque não têm quem as apoie...mais aquilo que tu disseste...


beijos.

Morsa disse...

É triste ver situações dessas! A minha Vé e outras com o espírito dela irão mudar o rumo da situação muito em breve!

Ana disse...

Porque muitos se esquecem que que uma criança precisa ser e se sentir criança... e tenho que dizer: há quem não deveria nunca ser chamadas de :MÂE

Squeezy disse...

e depois admiram-se que estas crianças no futuro n consigam singrar na vida. Ou que sejam problemáticos...

Cetus disse...

talvez devesses ter escrito o restante, depois logo se via a reacção, mas que alguem gemia, gemia de certeza

Grilinha disse...

Quem sabe a mãe desse menino ou outro igual a ele lê o teu post. Tudo é possivel.

augustoM disse...

Venho agradecer e retribuir a visita.
O que as crianças precisam é de serem FILHOS e não serem filhos.
Um abraço. Augusto

Mocho Falante disse...

Numa viagem pela blogesfera encontrei mais um fabuloso Blog de uma professora, este post em particular tocou-me de forma diferente e particular, é o que João dos Santos dizia muitas vezes, " a criança não é burra, precisa é de brincar e paz...muita paz!

Parabens

Abelhinha disse...

Ultimamente só vejo, leio e ouço coisas que me fazem pensar no meu papel de Mãe, papel para o qual tantas vezes me questiono se estarei apta ou não, mesmo já sendo Mãe.

Obrigada pela tua sensibilidade!

Freddy disse...

Excelente post!
Mesmo mto bem apanhado e infelizmente bem real...

Saudades da Zona Franca

Micas disse...

Olá saltapocinhas! olha, quanto ao uso dos meus templates, has de deixar um coment na minha template shop indicando o numero do template que queres que eu trato de to arranjar okix? xinhux fofux e bgd por me visitares!

guevara disse...

Isso sim, é um gravíssimo problema!
Porque sem um crescimento adequado, sem carinho, sem formação...não sei, não.

E tenho pena, porque existem tantos casais a querer dar amor...

;)

Caracolinha disse...

Olá Saltapocinhas ... muito obrigada pela visita aos Contos do Caracol.

Valeu muito apena "visitar-te" também e ficar a saber de mais este cantinho onde se escreve com emoção e sobre emoções.

Parabéns pela tua sensibilidade.

Volta sempre que quiseres aos Contos do Caracol. És muito bem vinda. Eu voltarei aqui. Seguramente.

Beijoca ~:o)

pauxana disse...

É tão triste ver como estas situações são frequentes... Há pais que não merecem ter esse nome e não merecem os filhos que têm...

danirmartin disse...

gostei do comentário ga grilinha.

Se calhar essa é a resposta.

Didas disse...

Vale-lhe pelo menos ter uma professora que sabe que ele precisa disso tudo...

Bárbara Vale-Frias disse...

Estas situações têm tanto de dramático quanto de comum...

Agora, eu pergunto: será que os pais vão conseguir perceber o que quiseste dizer?

Bjs

Mushu disse...

É triste, mas real.

Cakau disse...

E ainda é tão frequente isso acontecer... :(

Um beijo grande para a raiva passar! *

carlos disse...

precisa de ser pessoa - e isso é tão difícil...

Vespinha disse...

Olá Saltapocinhas! Obrigada pela tua visita.

Pois é.Ser professor é tantas vezes ser amigo,pai,mãe,irmão...

Vespinha Sensibilis...

floreca disse...

quantos e quantos!!!

é uma tristeza... :-(

Carla disse...

Dá raiva, sim... E o pior é que não podes fazer mais nada a não ser dar o recado. Pode ser que surta efeito, espero que sim...