27 de dezembro de 2005

Socorro, estamos a ser invadidos...

... por publicidade àquelas coisas (desculpai a ignorância, mas não sei mesmo o nome) que se compram - e bem caras - para pôr nos telemóveis.
Tenho visto mais televisão que o costume e os intervalos, principalmente a partir das onze da noite, tornam-se insuportáveis com tanta publicidade "àquelas coisas"...
Ele é toques, mulheres nuas, macacos (ou serão sapos?) com problemas intestinais...
Até se compram "frases românticas", anedotas, poemas, citações, eu sei lá!

Eu sei que isto já existe há muito, tenho ouvido mãezinhas queixarem-se que os filhos gastam o saldo do telemóvel, tadinhos, a comprar imagens e toques... Mas, como a publicidade só existia em revistas não se tornava incómoda.
Agora na televisão é horrível!
Cá em casa já adoptei a técnica de cortar o som à TV nos intervalos e pronto. Mas, mesmo assim incomoda.
E incomoda ainda mais pensar que se aquilo existe é porque há quem compre!
Pensar que existem pessoas que se sentem realizadas apenas porque a "gaja nua" que têm no écran do telemóvel tem as mamas maiores que a gaja do écran do telemóvel do amigo... Esta mentalidadezinha tacanha incomoda-me!
Pensar que há gente que quer mandar uma mensagem bonita à (ao) namorada (o) e tem de a comprar (!!) também me incomoda bastante.

A humanidade estará memo a evoluir??

5 comentários:

magnolia disse...

Estou completamente de acordo com o que escreves e acrescento ainda um facto que muitos dos utilizadores desses serviços desconhecem e, claro está, é omitido na referida publicidade: quando uma pessoa solicita um qualquer desses serviços, o seu n.º de telemóvel entra automaticamente na base de dados do servidor da empresa que contactou. A partir daí começam os trabalhos! Nunca mais deixa de receber mensagens com ofertas de serviços do mesmo género mas o pior de tudo é que essas mensagens recebidas são pagas pelo destinatário que não faz a mínima ideia de tal coisa e vê o seu saldo desparecer como popr magia! É claro também que este tipo de "aldrabice" tem a conivência da sua operadora telefónica, que também ganha com o sucedido, uma vez que temos de carregar o telemóvel mais vezes seguidas.
Para desactivar o serviço e eliminar o nosso n.º de telemóvel da base de dados da dita empresa, tem que se telefonar para o n.º de telefone que se pede ao apoio a clientes da operadora e seguir os passos recomendados. Mas enquanto o cliente não se apercebe do que está a acontecer, o dinheiro vai desaparecendo e quem se lixa...

Freddy disse...

O pior é mesmo o crazy frog e o os toques feitos de peidos...Onde é q nós chegamos...Mas se existem é pq há atrasados mentais q os compram...

Beijitos da Zona Franca

ml disse...

Eu então sou mesmo totó!
Só no outro dia é que aprendi com uma amiga que podia pôr no ecran do meu tetelé, [ em vez de estar só todo azul como sempre esteve ] um girassol ou borboleta, que estava no próprio telemóvel e era só escolher. Agora tenho lá um girassol e estava toda contente, achando que tinha feito muitos progressos. É que, para ser franca, nem sabia dessas habilidades, todas. Vejo muito pouca TV à noite e, como tu, não só lhe tiro o som, como entretanto folheio o jornal ou faço qualquer outra coisa. De vez em quando oiço um berro: Já começou!!! e lá volto a olhar...

SaltaPocinhas disse...

@@ FREDDY: atrasados mentais foi a palavra que eu não tive coragem de usar... mas tens toda a razão!

Caçadora disse...

É o custo do (des)progresso!Desejo que 2006 te traga TUDO o que desejares! Beijão