Intervalo!

À noite, marido e mulher sentados na sala, falavam das coisas da vida.
Abordaram a temática de viver ou morrer "com dignidade".

Diz então o marido:
"nunca me deixes viver em estado vegetativo, dependendo de uma máquina e de uma garrafa de líquido.
Se me vires nesse estado, desliga as máquinas que me mantêm vivo..."

Então a mulher levantou-se, desligou a televisão e despejou a cerveja fora.

Comentários

jorgesteves disse…
O que vale é isso é uma...fábula!...

amizade,
jorgesteves
SaltaPocinhas disse…
Jorge Aqui tudo são fábulas, não duvides!! ;-)
Luna disse…
Nas fabulas existe muitas verdades
beijos
Emiéle disse…
E foi «morte súbita»?
Hindy disse…
Beijinhos :o)
Anónimo disse…
Enjoyed a lot!
»

Mensagens populares deste blogue

O vagalume e o sapo

O respeito

Fábula moderna