27 de julho de 2006

A minha ida ao médico (melhor que a do Raul Solnado)

Na segunda-feira fui a uma consulta de cardiologia.
Não fui a um consultório privado nem ao SNS. Fui a um serviço digamos que intermédio...
Como era a primeira vez que consultava um cardiologista pensei que fosse uma consulta relativamente demorada...

Qual quê!
A médica não me perguntou nada além da idade e se era fumadora. E constatou que eu era muito ansiosa (grande novidade, se ela não me dissesse eu jamais descobriria...)

E assim, em menos de 15 minutos estava cá fora com dois electrocardiogramas feitos (o primeiro ficou torto porque eu mexi uma perna) e uma receita para ir fazer um ecocardiograma (porque eu disse à médica que o outro médico achava que tinha ouvido um sopro e ela confirmou...)
E no tempo que durou a "consulta" ainda teve tempo de falar ao telemóvel com uma amiga enquanto eu esperava, deitada na marquesa que ela colocasse o resto daquelas coisas giras que fazem lembrar as rendas de bilros...

Na terça fiz o ecocardiograma com um médico também bastante apressado, mas que pelo menos me descansou dizendo que estava tudo bem com o meu coração (eu já sabia que tenho bom coração!!)

Na quarta ia marcar consulta para mostrar o exame mas a médica estava de férias!!!
Tudo bem, a senhora tem direito às férias dela mas na segunda-feira quando me mandou fazer o tal exame não me podia ter dito que ia entrar de férias??
(claro que não podia, não teve tempo!!)

E assim eu gastei 30 euros numa consulta, mais 140 no ecocardiograma.
Eu sei que vou ser reembolsada de parte deste dinheiro, mas é bom esperar sentada.
Mas não é isso que chateia: o que chateia é que se calhar, se eu tivesse ido a um médico competente (ou menos apressado...) bastaria o ECG ser feito com tempo e com calma para chegar à conclusão de que o outro exame não seria necessário...

Agora descobri o segredo da minha saúde de ferro: é por não ir ao médico!
Se eu tivesse de aturar estas coisas muitas vezes acreditem que ficaria realmente doente!
Apre!!

15 comentários:

Mafaldina disse...

vai-te ser reembolsada uma PARTE desse dinheiro ?????!!!!!!!
Que roubo!!!!!! Haviam era de devolver todo.

Emiéle disse...

LOLOL
Mas então não valeu a pena para saber que estavas bem, olha lá?! Se, depois disso, ainda por cima viesses saber que havia um problema, isso é que era mau!
Mas de facto, os especialistas que mal olham para os clientes (ia chamr-lhe 'doentes', mas podem não o ser, como no teu caso!) também me deixam super irritada. Muitas vezes, apenas o facto de estarem com atenção ao que se lhe diz já poupa alguns dos 'exames complementares'.
Olha ia contar uma cena parecida passada comigo, mas depois lembrei-me que a tinha contado lá na minha casa -até com o mesmo nome. Está aqui
http://populo.weblog.com.pt/arquivo/2005/11/a_historia_da_m.html

Emiéle disse...

Olha que estranho, não ficou o link.
Aqui vai outra vez

josé palmeiro disse...

São esses maus elementos que deviamos, todos, denunciar, mas lembra-te que há muitos outros, que são atentos e competentes e outros que são atentos e incompetentes. faço votos, para teu bem, que a tua "médica", tenha sido, desatenta, mas competente.
De qualquer forma, o que relatas é o pão nosso de cada dia,em toda e qualquer profissão.

O Micróbio II disse...

Tens de me explicar isso do serviço intermédio (nem SNS nem privado)... ?

SaltaPocinhas disse...

Mafaldina? Vives em que mundo??

Emiéle Eu lembro-me de ter lido a tua ida ao médico. Eu fiquei furiosa foi com o descaso e a pressa e não ter avisado que ia de férias...
Mas agora vou mostrar os exames a outro médico e não ponho lá mais os pés...

José Ela foi sinpática e tudo e é capaz de não ser incompetemte, mas não se trata assim uma cliente, como dia a Wmiéle e muito bem... Clientes é o que nós somos!

Micróbio São aquelas clinicas que agora proliferam po aí que têm contratos com outros sistemas de saude, como a ADSE...

Eu disse...

é a chamada "fast-medicine", segundo o mmo conceito do "fast-food"...

Eu arrancava o coração e nunca mais ia ao médico!

Duarte disse...

Os problemas de ansiedade não se tratam no cardiologista.
Vai lá outra vez e diz que o problema está do pescoço para cima.

pekala disse...

Nem me digas nada,hoje estive 4 horas à espera para chegar lá dentro e ser "despachada" em 5 minutos.Era de borla mas não há direito!

Mafaldina disse...

Olha pelos vistos vivo num mundo bem melhor uma vez que qdo vou ao médico não pago nada. Qdo marco uma consulta se quiser pode ser no mesmo dia, o meu médico de familia é excelente e qdo faço exames tenho os resultados de um dia para o outro.

Mafaldina disse...

O mundo é o mesmo, o país é que é diferente.

Zita disse...

O mais irritante por vezes é a arrogancia dos médicos, afinal sao pessoas como nós. Estas profissoes sao especiais porque lidam com a vida. Bem sei que muitas pessoas abusam da paciencia dos médicos mas nao se pode medir tudo pelo mesmo. Quantó às férias é horrivel porque quase nunca existe alguem que consiga substituir em tempo real o nosso médico de familia e depois é o caos.

aflores disse...

Eu também já fiz um electrocardiograma e um eco qualquer coisa, e nem um nem outro foi feito por médico especialista. Esse aparece depois para "ler" e dar o seu parecer. Acredita que foi verdade. E já que estamos a falar de médicos(?)...hoje vai ser a minha "primeira vez" :))))))))))) que vou a um psiquiatra. Acho que ele não vai dizer nada que eu não saiba, mas como é de borla ;););)

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested