30 de julho de 2006

A minha ida ao psiquiatra

Antes que comecem a pensar que resolvi passar as férias a visitar médicos, tenho de avisar que a história que vou contar se passou há muuuito tempo.

Mais precisamente no dia 4 de Setembro de 1999.

Andava cansada, em baixo de forma e também, como todos os anos por essa altura, apavorada com as colocações, que eram sempre nos primeiros dias de Setembro.
Como o médico de clínica geral não estava, resolvi ir ao psiquiatra... (é tudo a mesma coisa, não é?)
Ao contrário da cardiologista desta semana, a consulta demorou bastante tempo...
A primeira coisa que ele me perguntou foi "idade?" e eu respondi "29, não... 30!"
E ele meio ríspido "não sabe a sua idade?"
"fiz anos ontem, ainda não me habituei à nova idade"

E a consulta continuou com imensas perguntas.
Às tantas pergunta-me quais são os meus hábitos alimentares.
Eu respondi que eram normais, comia de tudo, gostava de quase tudo.
Ele não se deu por satisfeito e pediu-me "diga-me tudo o que comeu ontem, desde que se levantou até que se deitou."
E eu lá disse o que tinha comido ao pequeno almoço, a meio da manhã, ao almoço, ao primeiro lanche, ao segundo lanche, ao jantar...
E rematei "e antes de me deitar, aí por volta da 1 da manhã, comi 2 fatias de melão"
"Melão? Comeu melão à noite?
Olhe que já ouvi muitas coisas, mas nunca tinha ouvido nada assim!"
E disse isto algumas vezes com o ar mais espantado e escandalizado e eu sei lá quê do mundo!
Se eu lhe tivesse dito que comia cobras, lagartos, gafanhotos ou até carne humana ele não teria ficado mais escandalizado!
Eu fiquei ali a olhar para ele, até lhe passar o ataque de fúria...

E pronto, foi assim a minha primeira ( e última) visita ao psiquiatra...
Passou-me uma receita não faço ideia de quê porque a deitei fora em vez de a aviar.
Passados uns dias, quando fui ao meu médico que já me conhecia de outros carnavais perguntei-lhe:
"doutor, é grave comer melão antes de dormir?"
Ele riu-se e disse que não, mas ficou a olhar para mim com ar de quem estava a pensar "não será melhor mandar esta menina a um psiquiatra?"

(este post é dedicado ao cusco do AFlores, ele sabe porquê!!)

E agora está mesmo na horade ir comer uma ou duas fatias de melão fresquinhas!

15 comentários:

PN disse...

Pronto, decidi terminar o meu boicote de protesto contra a discriminação que se tem vindo a praticar neste blogue, e lá desencantei uma antiga identidade no Blogger, para poder pertencer ao clube :P Agora a sério, essa do melão é de loucos! Eu é que já ouvi muita coisa de médicos e nunca imaginei uma reacção assim de um psiquiatra. Aliás, tens a certeza de que não te enganaste e não foste a um nutricionista? É que ainda me espanta mais ele estar interessado em saber aquilo que tinhas comido... É cada um...

PN

SaltaPocinhas disse...

PN Obrigada pelo esforço...E o médico era mesmo psi, não era nutricionista. Por eu o achar meio doido é que nem aviei a receita!

Anónimo disse...

"É complicada essa história, há bons e maus como em tudo na vida e
esse que te calhou, não gostava de melão. Sabes eles são pessoas como
todos nós, o pior é que se cobram para lhes aturarmos as maluqueiras.
Cá por mim, continuo a comer melão sempre que me apetece, e à noite,
nestas noites de verão, como apetece, e nunca me fez mal.
Não era o Pessoa que dizia:" Come chocolates, menina, come chocolates..."
Eu, direi: Come melão, já que gostas e não te faz mal!

José Palmeiro

SaltaPocinhas disse...

José Obrigada pela pachorra de enviares os comentários por mail.
É por haver pessoas assim como tu que a gente esquece os maus elementos. Afinal, como eu costumo dizer, há muito mais gente boa que má!!

SaltaPocinhas disse...

ah, e adoro esse poema. E tento obedecer ao Pessoa sempre que posso e até quando não devo!

Ines disse...

Sinto-me impelida a defender a classe dos psis!!!!

Ele há muitos loucos, é verdade!!!!
Mas também os há muito competentes, astutos, empáticos.

Parece-me que tiveste azar!

Beijos

PS (não sou psoquiatra!)

Emiéle disse...

lol
Saltapocinhas, aqui para nós tens mesmo a certeza que não era um dos clientes que se sentou à secretária enquanto o 'propriamente dito' tinha ido tratar de um assunto urgente...????
É que essa história é hilariante e não apenas pelo final ..."do melão"! Todo o comportamento é... de louco!

SaltaPocinhas disse...

Ines É capaz de haver, eu é que nunca mais fui a nenhum!

Emiele Não foi engano...

aflores disse...

O "Cusco" sou eu e agradeço a dedicatória. Sim, fui ao psi mas fiz questão de escolher o dito cujo para não cair "nas mãos" de um desconhecido. Aliás....a consulta já estava marcada há muuuuuuuuuuuuuitos anos mas eu faltava sempre :):)Só que desta vez tinha um pelotão de "seguranças" a levar-me à consulta que demorou 2hrs:12M:03s, não teve perguntas relacionadas com preferências de frutas e saí de lá com uma certeza...já lá devia ter ido há mais tempo. Quanto a mais pormenores (sim, tu também és uma grande cusca)...nem pensar, pois fazem parte do segredo profissional. :)))))))))))))))))

Barão da Tróia II disse...

Epá, tens de me dizer quem é esse psicocoiso, o tipo deve te ralguma coisa contra o melão, aqui por Almeirim, a malta desconfia de quem blasfema contra o melão, há que investigar. Boa semana.

SaltaPocinhas disse...

AFlores Mais de 2 horas?
Tiveste de dizer o que comeste durante um mês inteiro, só pode!!

tens razão, Barão, não tinha pensado nisso, mas é muito estranho!!

Marian disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Marian disse...

Ora, Saltapocinhas, o teu caso nao deve ser mais grave que o meu, que gosto de comer a sobremesa antes da refeição!
O que me receitaria ele a mim?!
Pode ser que estivesse simplesmente num mau dia... :P

SaltaPocinhas disse...

Marian Também como quase sempre fruta antes do jantar! Já somos duas!

Dani! disse...

Eu tenho o habito de comer chá com cereais antes de me deitar :P sera grave? xD *****************+