6 de agosto de 2006

Receita para um dia de praia

Ingredientes:

toalhas (1 por utilizador)
pára-vento
guarda-sol
cadeira
saco - de preferência às riscas azuis e brancas - contendo: protector solar, revistas, livros (leves, nos dois sentidos da palavra), bolachas, água, baralho de cartas, bloco de notas, esferográfica (amaior parte desta tralha não vai ser necessária, mas como isto é uma receita devem indicar-se todos os ingredientes)

Mete-se tudo na mala do carro e parte-se para a praia.
Lá chegados procede-se à procura de um buraco para meter o carro (esta operação exige tempo e paciência). Mas a tolerância reina e o carro pode ficar em cima dos passeios, em cima da parte central das rotundas, à volta das rotundas... haja imaginação!

Chegados ao areal procede-se à escolha do lugar para assentar arraial.
Esta parte também é delicada e exige alguns cuidados, a saber:
"Aqui não! Não vês que a maré está a subir?"
"Aqui está muita gente"
"Aqui está muito longe da água"
"Aqui está sujo"
etc...
Finalmente encontra-se o lugar perfeito (perfeito até se instalar mesmo ao lado uma família com garotos barulhentos e uma bola...)

Agora é dispor os ingredientes pela seguinte ordem:
  1. espetar os diversos pauzinhos do pára-vento
  2. espetar o guarda-sol
  3. estender o saco, as roupas e as chanatas ao longo do pára-vento
  4. procurar o lugar ideal para a cadeira (nem ventoso nem demasiado abrigado, nem muito quente nem muito frio, nem muito ao sol, nem muito à sombra...- esta operação requer anos de prática, não desanimem se não sair bem logo à primeira!!
Segue-se a altura de pegar no protector solar e besuntar o corpo a gosto.
Estende-se a toalha, cuidadosamente para não a encher de areia, pois esta tem o péssimo hábito de se colar ao protector solar, transformando as pessoas em rissóis prontos a fritar...
Finalmente faz-se a viagem (curta, de preferência) até ao mar.

Serve-se gelado!
Bom apetite!

NOTA: Nunca usar ao domingo

9 comentários:

Emiéle disse...

Olá!!!
Cheguei ( não da praia...) e, desta, vez em 2 dias que não vim ao Fábulas há para aqui uma quantidade de posts!!!
Gostei da parte do "serve-se gelado" que imagino se refira ao mar. Na tua zona, creio ser da praxe. Cá por mim não levo essa coisa do guarda vento, nem cadeiras. Faço um montinho da areia, e deito a toalha por cima, já tá! O guarda-sol é que tem de ser grandito e pesado para não voar com o vento, que é desporto muito vulgar ver uma família a correr atrás do guarda-sol, qual vela do wind-surf...
Dizem os especialistas que devemos por o creme ainda antes de chegar à praia, mas também não entro nessa - que desagradável, toda besuntada e carregada de tralha a andar pela areia.
Mas sim senhora, a receita é boa. Dá para quanto tempo de praia?

SaltaPocinhas disse...

Emiéle Eu NÃO VOU à praia ao dominhgo...
Hoje nem saí de casa!
Andei por aqui a cirandar, fui ao quintal regar e brincar com os meus gatos (tentei dar-lhes o remédio anti parasitas, maseu é que tenho remédio na rupa, nas pernas...)
O mar aqui costuma ser gelado. Este ano tem estado mais quente mas em compensação há gente com fartura picada pelos peixes-aranha!
Eu raramente levo cadeira para a praia,normalmente dou um passeio pela beira-mar e venho embora... Mas tenho de ter a cadeira pois de outra forma não consigo ler!
A receita dá para umas 2 horas (com leitura ou no caso de se encontrar pessoal amigo) ou para 1 hora se for só o passeio sem banho!

Santos Passos disse...

Prefiro olhar o mar, de longe.

Ruas disse...

Esta receita é comparável à escolha do post “…e 4!” valores sociais.

Jade disse...

Olá! Gostei muito da tua receita para um dia de praia. Descreveste na perfeição a aventura que é tentar ir à praia nesta época. Há uns anos, quando ia à praia, levava uma toalhita e nada mais. Agora, já levo guarda-sol e pára-vento. Estou mesmo a ficar velha!
Conheço bem a zona (Costa Nova e Barra); aliás, este domingo caí na estupidez de ir à praia e três acidentes depois, meia-hora na fila e mais meia-hora para arranjar estacionamento mal lá cheguei vim logo embora. O panorama era mau demais e ainda só eram 10 da manhã!
Gostei muito do teu blog. Continua!

SaltaPocinhas disse...

Santos Passos Eu não. eu gosto de andar a chapinhar como os garotos... e gosto de tomar banho se a temperatura da água o permitir (é só por isso que procuro sempre passar uma semana no algarve)

Jade, bem vinda! Realmente com o "avançar da idade" vamos sendo mais exigentes com a tralha que levamos. Eu a maior parte das vezes não levo nada, nem toalha: dou uma volta pela beira-mar e venho embora!
O que chateia é que passamos mais tempo a chegar à praia do que na praia!
Volta sempre!

PN disse...

Para mim, praia e Domingo também não combinam. Nos outros dias também é só de manhã e antes das 9 já lá estou.

Leonoretta disse...

rsssssssssssssssss
fizeste-me lembrar uma canção do mario mata que se cantava muito depois do 25 de abril que se chamava lá vamos nos para o algarve. olha se nao era assim, era parecido.

beijinhos da leonoreta

ARTEMINORCA disse...

Muito giro! As minhas idas á praia são bem mais simples, mas tenho um cão que me deixa besuntar e deitar na toalha para depois começar a fazer uma cova na areia, ao meu lado, para ficar mais fresco!!! Tão querido!
Obrigada pela visita! Beijinho Lu