2 de março de 2008

Complicado?

(clicar para ver ainda melhor esta facilidade)
Alguém se deu ao trabalho de fazer este organigrama acerca da avaliação de professores.
Venho pois, aqui, dar a mão à palmatória e dizer que eu não tinha razão nenhuma.
A avaliação dos professores, tal como está, é para lá de simples e prática e quem não a entender é porque é curto de inteligência!

4 comentários:

José António disse...

Achas esse organigrama simples? Já há outros mais actuais e ainda mais simples. Há em tudo isto um pressuposto preocupante que o novo regime reflecte:
- O importante é criar nas escolas um grupo de burocratas que insistam com os verdadeiros peofessores (os que efectivamente trabalham com alunos) no sentido de os levar à exaustão através do prenchomento diário de mapas, grelhas e outros impressos. Pensas que é por acaso que o novo regime é omisso em relação à componente lectiva de vice-director, adjuntos e assessores? Vai ser uma pápa e da Milú-pa!

Emiele disse...

Tão bonito!
Dá para fazer um bordado...?

SaltaPocinhas disse...

simples?
zé antónio, não é simples, é básico!!

emiele: fazia-me lembrar alguma coisa, e agora sei: deve ser aqueles lenços minhotos!

abelhinha disse...

eu faço fluxogramas para ganhar a vida e não consegui ler este :S