23 de março de 2008

Curiosidades sobre esta Páscoa


A Páscoa é sempre no primeiro Domingo depois da primeira lua cheia depois do equinócio de Primavera (20 de Março).

Esta datação da Páscoa baseia-se no calendário lunar que o povo hebreu usava para identificar a Páscoa judaica, razão pela qual a Páscoa é uma festa móvel no calendário romano.

Este ano a Páscoa acontece mais cedo do que qualquer um de nós irá ver alguma vez na sua vida!
E só os mais velhos da nossa população viram alguma vez uma Páscoa tão temporã (mais velhos do que 95 anos!).

A próxima vez que a Páscoa vai ser tão cedo como este ano (23 de Março) será no ano 2228 (daqui a 220 anos).
A última vez que a Páscoa foi assim cedo foi em 1913.
Na próxima vez que a Páscoa for um dia mais cedo, 22 de Março, será no ano 2285 (daqui a 277 anos).
A última vez que foi em 22 de Março foi em 1818.

Por isso, ninguém que esteja vivo hoje, viu ou irá ver uma Páscoa mais cedo do que a deste ano.


FELIZ PÁSCOA!!

6 comentários:

Carla Silva disse...

Muito interessante esta teoria - é sempre bom aprender algo.
Feliz Páscoa para ti e família.
Beijinhos.

arte por um canudo disse...

Interessante curiosidade!fiquei a saber o porquê? Votos de uma óptima e FELIZ PÁSCOA.Bjs

migas (miguel araújo) disse...

Boa Páscoa também.
E ao menos que estejamos muito vivos para celebrar muitas Páscoas sejam elas em que altura forem.
bjs

Hands of Time disse...

Boa Páscoa!

setora disse...

Tu és uma saltapocinhas e o meu marido um cocabichinhos que já me tinha vindo com este conhecimento.Sobre datação da Páscoa a referência que eu tinha era esta "Páscoa alta chumbo na malta" e tinha pensado que esta Páscoa tão baixa devia ser do agrado da estatística da senhora ministra - 3ºperíodo grande, menos chumbos.
Deixando a escola de lado, que estamos em férias, aqui fica um endereço que me mandou o meu filho mais novo de um video sobre um coelhinho da Páscoa muito malandreco.
http://br.youtube.com/watch?v=ZONFBqPosXw
Um abraço

José António disse...

Que o que ainda falta deste período pascal, valha a pena ser vivido. Força!