30 de julho de 2008

O

Foi hoje anunciado, com muita pompa, circunstância e publicidade qb, o "nascimento" do Magalhães.
Ainda não sei se é bom ou mau.
Ainda falta saber muitos pormenores como, por exemplo, se a "generosa oferta" vai ser envenenada com alguma obrigação de fidelização à internet...

Quem trabalha nas escolas, directamente com os alunos, sabe que a Acção Social Escolar é tudo menos justa.
Se num agregado familar de 4 pessoas (pai, mãe e 2 filhos) houver 2 ordenados (mesmo que seja o ordenado mínimo) já não têm direito a subsídio nenhum!
Um casal com 1 filho, mesmo que só um dos pais trabalhe, também já não tem direito a nada...
Por outro lado, gente que nada faz, mas desde que receba o rendimento mínimo, tem direito a todos os subsídios e mais alguns!!

Há injustiças terríveis nesta história dos subsídios, que agora vão ser ainda mais agravadas com a distribuição dos computadores.
Vai custar-me imenso ver crianças inteligentes e interessadas sem computador porque os pais não lho podem comprar, e, por outro lado, ver serem dados computadores a quem não se interessa pela escola, a quem tem mais faltas que presenças, a quem tem direito a tudo sem nada dar em troca!!!

7 comentários:

Nela disse...

Olá como vai? tem razão á crianças que nem um pedaço de pão tem em casa para comer, para que precisam de um pc? o leite a fruta que tão bem faz, o governo devia era ver isso, para o bom crescimento das nossas crianças, sempre se aprendeu, desde que o mundo é mundo, só não aprendeu quem não quis, que loucos estão agora, está claro que as criamças, vendo umas as outras tb. gostavam de ter, mas acaba por vezes de ser brinquedo dos país ou parentes e não deles, porque não facilitam então estudos a tantas crianças, que tanto queriam continuar, e inteligentes, e não podem por falta de verbas?a pouco e pouco as crianças dexam de ter o que é tão belo Infância. é triste o que os governastes estão a fazer.Beijitos e fique bem, já agora obrigado pelos comentários que já me fez, agradeço.Beijo.

Angel disse...

É o país q temos... infelizmente p muitos, felizmente p alguns... Aguardemos as cenas dos próx capítulos...

josé palmeiro disse...

Querida Raposinha, este Magalhães ainda só anda na Patagónia, falta-lhe atravessar o estreito do mesmo nome, pelo que as interrogações que colocas, têm toda a legitimidade.
Estou contigo, e espero para ver, as injustiças!!!

pikenatonta disse...

Tens toda a razão... É triste, mas esta história dos subsídios é mesmo terrível... Eu por causa da minha doença estou há 2 anos desempregada, mas não tenho direito a nada. E não tive direito a subsídio escolar por causa do IRS dos meus pais. Ora, só por morar com eles significa que eles é que pagam tudo? Sou eu que pago... Neste último ano não valia a pena fazer IRS sozinha, pois andei a informar-me sobre isso. Mas fiquei tramada... :/

José António disse...

A justiça na atribuição dos subsídios é parca, mas ao nível de cada escola é possível fazer alguma coisa. Primeiro que tudo há que ter um bom software para uma gestão mais eficaz e depois há que criar mecanismos que garantam que quem mais necessita é quem mais receberá. Em relação ao Magalhães, a ideia é absolutamente indispensável, se não queremos perder todos os comboios. Também aqui falta saber se haverá justiça na atribuição do objecto. A questão da Net não irá concerteza colocar-se, uma vez que todas as Escolas terão banda larga e o PC permitirá ligação sem fios.

ameixa seca disse...

Eu não quero ser injusta, até porque acho que os computadores hoje em dia são uma ferramenta fantástica de pesquisa e aprendizagem. Mas, perdoem-me porque há tantas crianças carentes, com frio, fome, vitimas de maus tratos que não têm tecto. O dinheiro podia ser melhor canalizado. Os pais que querem dar computadores aos filhos podem fazê-lo quando quiserem... e ainda têm a lata de distribuir computadores grátis. Onde estão os cabazes com produtos de primeira necessidade? É que com fome não há vontade nem força para estudar, quanto mais para pesquisar num computador...

Saltapocinhas disse...

eu não sou contra o facultarem computadores aos alunos, mas daí a dá-los assim desta maneira, vai uma grande diferença!

e josé antónio, não vejo maneira de as escolas interferirem com o escalão em que fica cada aluno!
e se tens um aluno de escalão A que tem direito a um computador, e tens outro que até o merece mais e não tem 50 € para o comprar, acho muito injusto!!

obrigada a todos pelos comentários!!