5 de julho de 2008

Tourada no futebol...

Já fiz mais de uma centena de actas e sei de cor o paleio final "... se lavrou a presente acta que depois de lida e aprovada, vai ser assinada..."

Vem isto a propósito da conversa de um senhor - ligado ao futebol - que hoje monopolizou as televisões.
Ele trazia uma acta duma reunião que para ele tinha acabado de tarde e para outros só teria acabado de madrugada.
Não sei a que horas acabou, mas sei que uma acta feita por um secretário e assinada por um presidente não pode ser válida.
Se não, para que serviriam as reuniões?
Bastava duas pessoas estarem de acordo e prontos...

(o que, pensando bem, até nem seria má ideia!!)
E já agora: porque se "lavram" as actas em vez de se escreverem???

5 comentários:

Hands of Time disse...

Ainda bem que não vi tv hoje :D

José António disse...

Eu a essa, muito bem tirada, vou responder no meu blog.

Shakti disse...

A tudo isto apenas se pode dizer uma coisa...infelizmente, e embora as coisas tenham mudado um pouco o monopólio do futebol ainda está nas mãos do Pinto da Costa...se fosse um clube de Lisboa de certeza que ninguém abandonaria a bem dita reunião...apenas isso...
Quanto ao lavrar a acta penso que tem haver com o cunhar a moeda...dar ênfase ao que ficou escrito...penso eu de que ...

Bjs

bell disse...

E já agora porque razão "da sua lavra" significa "da sua autoria"? Ou a razão será a mesma, uma vez que "lavrar" também significa "escrever, redigir"?

Didas disse...

Lavrar é para parecer que deu uma trabalhêra. Escrever, escreve-se sentado!