26 de novembro de 2008

Não há pobreza maior que a pobreza de espírito!

Hoje, numa reunião (mais uma!), ouvi de raspão uma colega comentar - a propósito do Magalhães - que uma mãe de 3 filhos, com grandes dificuldades financeiras, e recebendo subsídio para livros, material escolar e almoços, vai querer comprar os computadores e também aderir à net (os preços rondam os 17 € mensais, com uma fidelização de 24 meses).

A referida senhora quer não uma, mas 3 ligações à internet!!

(e agora queria rematar convenientemente esta conversa, mas não me ocorre nadinha!)

15 comentários:

Angel disse...

Enfim... pensa q o Magalhães lhe vai 'dar' alguma coisa dakilo q falta em casa... ou seja, juízo!

Emiele disse...

Tadita...
Talvez depois invista. Abra um «ciber-bar» à noite e cobre aos frequentadores/utilizadores um euro por quarto de hora.

Donnola disse...

n te preocupes n tarda cai na real

Shakti disse...

Olha...sinceramente...acho que essa senhora vai ser uma daquelas que irá ter problemas com a operadora pois as facturas vão começar a ficar para trás...ou então vai dar uma banda larga a aos filhos e as outras duas deve dar a alguém da família ficando em nome dela ...

Isto sou eu a pensar...

bj

info-excluído@pessoa disse...

Rematou 'convenientíssimamente' a conversa, porque não há palavras.

A não ser que a sra. siga a (boa) ideia da Emiele. Ela, se calhar, é uma empresária nata, a quem faltaram até agora as oportunidades.

Didas disse...

Corrige-me se estiver errada, mas se os putos são subsidiados não agam os computadores nem a net pois não?

ameixa seca disse...

Isto é como os automóveis... podem passar fome em casa mas, para inglês ver, têm que ter magalhães em casa!
O título do post é um óptimo remate ;)

Furetto disse...

Três?! Isso a alugar ainda devia de dar para rentabilizar.

Saltapocinhas disse...

didas:

não pagam os computadores se tiverem subsídio, mas a net têm de pagar - a ligação à net é facultativa.

mfc disse...

3 ligações?!
Mas isso já é andar muito de autocarro, não é?!

Didas disse...

Ai é??? Tá mal! No e-escola tive que aderir à net mesmo sem precisar!!!

Essa senhora deve ser daquelas que enche os super-mercados e os shoppings nesta altura, a gastar o que não tem.

Anónimo disse...

O mais estranho é que vão cair mais do que um computador em casa de algumas famílias em que nenhum do elementos sabe ler nem tem qualquer intensão de vir a aprender. Que irão eles fazer aos "pequenitos"?

Anónimo disse...

Quem obrigou a Didas a requerer a internet? Fiquei curiosa.

Didas disse...

Lucinda, o e-escola é diferente, pelos vistos, do e-escolinha. Eu tive que contratar a internet por 3 anos. Eu e os outros todos.

Mimos da Dora disse...

olá!
pois... grandes dificuldades económicas...terá??? ou será mais uma das muitas famílias que não desconta sobre a totalidade dos rendimentos e tem direito a subsidios de forma pouco correcta???
eu tenho 3 filhos, um deles com 9 anos, que terá o magalhães, pelo qual pagarei 50€ (o nuno não tem qqr apoio ou subsidio), mas ele não terá internet no magalhães... há que estabelecer prioridades, mesmo quando não somos familias no limiar da pobreza... enfim!

Uma fotografia por domingo (385)

Oceanário de Lisboa