17 de novembro de 2008

"Qual pesadelo, qual quê"

Um responsável do SINDEP revelou ao DN, ilustrando o modelo de avaliação da ministra Lurdes Rodrigues, o caso concreto de uma professora com 9 turmas e 193 alunos que vai ter que introduzir manualmente no computador 17 377 registos e fazer 1456 fotocópias, além de participar em algo como 91 reuniões.

Contas feitas, a 1 minuto por registo, e visto que a professora é um Usain Bolt informático, e não dorme nem come, nem se coça, nem se assoa, inteiramente entregue à avaliação, são 290 horas, isto é, 12 dias (noites incluídas).

Já 1456 fotocópias a 1 minuto cada (tirar o papel do monte, pô-lo na bandeja da fotocopiadora topo de gama da escola, esperar que saia fotocopiado e colocá-lo noutro monte), levam-lhe mais um 1 dia (noite incluída).

E 91 reuniões, também de 1 minuto, mais 91 escassos minutos. Ao todo, a professora fará a coisa em pouco mais de 13 dias (noites incluídas).
Qual "pesadelo burocrático" qual quê!
No fim ainda lhe sobrarão, se alguém a conseguir trazer do cemitério ou do manicómio, 152 dias para dar aulas, aprovar os 193 alunos e contribuir para as estatísticas da ministra.

Manuel António Pina
JN de 13/11

7 comentários:

Angel disse...

Exemplos práticos q nem a Ministra nem mais ninguém quer ver!

info-excluído@pessoa disse...

É bom que se expliquem estas situações - as opiniões da ministra e o respectivo 'choque de realidade' (embora a posição dos sindicatos (etc.)também tenha que se lhe diga) num blog chamado... FÁBULAS!

José António disse...

Poderá ser ainda pior. Imagina que se trata de uma professora que, para conseguir evidências de progressão dos alunos, terá de suportar-se na escala de 0 a 5 e fazer prova da percentagem dos que evoluíram. Há situações dessas... Só um homem com cabeça de berbequim daria conta disso (eh!).

ameixa seca disse...

É... os professores são uma máquina ;)

mfc disse...

Sinceramente fiquei preocupado por a Senhora não se poder.... coçar!

Destro disse...

"o caso concreto de uma professora com 9 turmas e 193 alunos que vai ter que introduzir manualmente no computador 17 377 registos e fazer 1456 fotocópias, além de participar em algo como 91 reuniões."

Ei que grande exagero.
O que é a luta dos professores ganha com estas inverdades?

Lucinda disse...

Esta avaliação é tão sem sentido, tão ridícula que eu ainda não a interiorizei. Ainda não lhe vi poder para me mobilizar.