25 de maio de 2005

Será mesmo anedota?

Um Presidente de Câmara queria construir uma ponte e, para esse efeito,
foi aberto um concurso público.
Concorreram três empreiteiros: um espanhol, um americano e um português:

Proposta do espanhol: 3 milhões de euros.
1 milhão pela mão-de-obra;
1 milhão pelo material;
1 milhão de lucro.

Proposta do americano: 6 milhões de euros:
2 milhões pela mão-de-obra;
2 milhões pelo material;
2 milhões de lucro, mas o serviço é de primeira.

Proposta do português: 9 milhões de euros
Nove milhões? - admirou-se o Presidente de Câmara.
É demais! Porquê tanto?

Respondeu o empreiteiro português:
É simples:
3 milhões para mim;
3 milhões para si;
3 milhões para o espanhol fazer a obra...

Recebido por mail como anedota...Mas será que é mesmo?

11 comentários:

danirmartin disse...

Bom... nao sei muito bem se será ou nao, mas o que eu sei é que a mesma anedota conta-se cá substituindo na parte final espanhol por marroquino...

pekala disse...

Garanto-te que não é anedota.Um dia destes envio-te um e-mail a explicar como se fazem estas coisas...

Amaral disse...

Ganda português!!! Tinha que ser! Mas que dá pra uma risada, isso dá!!!

Armando S. Sousa disse...

Parece-me anedota.No entanto não faltam presidentes de câmara que entram em esquemas semelhantes, apenas com valores mais baixos.

Carla disse...

Também recebi esse texto por mail e vi-o como anedota, mas... se calhar por vezes é mesmo assim. Beijo grande.

M.P. disse...

BOA pergunta!!! :)**

pita disse...

Isso é Mentira!!!
Em dez anos que sou presidente da junta, nunca aceitei nenhum tipo de suborno por parte do Engenheiro Manuel Castro para efectuar as obras do matadouro.
A causa da obra ser três vezes mais cara que o orçamentado deve-se a motivos climatéricos, e só recorremos à empresa espanhola por motivos estratégicos.

aflores disse...

Quem parte e reparte, e não fica com a melhor parte....ou é tolo ou não sabe da arte. "Mauzinhos" :):)

Anónimo disse...

Será??? Não me parece... Bj e bom fds da Fernanda

Didas disse...

Pois está claro que não é anedota. O pessoal é muito criativo por cá.

guevara disse...

Ora bem...
Vou responder tb em relação à pergunta que tenho no meu blog.
N é anedota!
Em qualquer obra, até a mais pequenina, quem fica com a maior parte é o empreiteiro/construtor.
Todos os outros levam a percentagem que vem na tabela.
Isto porque as pessoas têm como referência todas as outras obras, e nem questionam o custo final.
Só questionam o custo do Engenheiro Civil, do Arquitecto, do Electricista. E não sabem que estão a ser levadas pelo empreiteiro...
E eu sei do que tou a falar...
Ah...
E a mão-de-obra Espanhola é muito boa e mesmo mais barata!