29 de setembro de 2006

"Deslarguem-me" que eu bato em alguém...

Todos os anos acontece e acontece sempre por esta altura, mas eu não consigo habituar-me, que é que querem?

A Câmara Municipal auxilia com uma verba os alunos mais carenciados e que façam prova disso, o que exige um montão de papelada, muito tempo e muita paciência...Tanta que muitos pais desistem e pronto.
Esse dinheiro costuma dar para pagar os livros e o material escolar e subsidiar as visitas de estudo.
Este ano, quem conseguiu esse subsídio tem ainda as refeições na cantina à borla, enquanto quem não tem paga 1,38€ por refeição.

O que me revolta é que enquanto uns penam para conseguir o subsídio e ouvem raspanetes por entregarem os papéis fora do prazo (quando a situação da pessoa mudou durante as férias), outros há que podem entregar os papéis fora de prazo sem problema nenhum...
E porquê?
Porque são ciganos, têm rendimento mínimo e tolerância máxima...
Porque se lhes levantarem problemas eles fazem barulho e nem duvido que fossem capazes de acampar, com a família toda, em frente à Câmara!

E o que lhes exigem em troca?
A única coisa que lhes "exigem" é que mandem os filhos à escola.
Mas eles não mandam, ou mandam só às vezes quando lhes apetece...
E o que lhes acontece?
NADA!
Em 10 dias lectivos já tenho uma aluna com 5 faltas!

Por outro lado, para uma aluna francesa, que vive com uma família de acolhimento e recebe um subsídio qualquer por ser deficiente, já foram preenchidos e enviados para França uns impressos onde se confirma que ela frequenta a escola e não falta a não ser justificadamente...

Estão a ver a diferença?
Eu estou, vocês com certeza também estarão, só quem manda neste raio de país é que não vê!!

(Se o meu blog fosse no sapo, agora punha aqui um sapinho zangado a dizer:
sinto-me furiosa!!)

15 comentários:

anokas disse...

mas isso é assim mesmo! os ciganos são uma "classe" à parte!!!
tá mais q visto! o pessoal tem medo deles e prontossss!!! uma minoria de raça e mandam nisto tudo e fazem e desfazem e mandam e desmandam
e em q é q eles contribuem para a sociedade? a vender peças "contrafeitas" em feiras???
não querendo ter xenofobia mas realmente há coisas q não deviam ser como são!!!
enfim... é neste país em q vivemos!

SaltaPocinhas disse...

Eu não estou contra os ciganos, Anokas, estou contra o sistema que os protege a eles e desprotege gente que trabalha e não tem direito a nada. Eles limitam-se a usufruir daquilo que lhes dão de mão beijada e fazem muito bem!!

Formiguinha disse...

Há coisas que uma pessoa minimamente normal não consegue entender. Não tem a ver com o facto de ser cigano, preto, branco, amarelo, azul às riscas.. tem que ver com o facto de dentro do mesmo sistema uns respeitarem as regras e não haver qualquer contemplação em caso de falha e noutros casos ser a balda total. Se fosse só nas escolas... cala-te boca!

Jinhos***

bell disse...

É a discriminação ao contrário.

Também tenho uma menina cigana mas a minha ainda não compareceu na escola desde o início do ano lectivo.

PN disse...

Sabes que em parte até os admiro por causa da determinação e da união que manifestam. Cá para mim o mal do português comum é mesmo esse: ficamos caladinhos e passamos a vida uns contra os outros. Acho que certas classes de trabalhadores podiam aprender muito com os ciganos. Afinal eles é que são espertos.

LMML disse...

Apesar de ser um assunto que tem de ser tratado com 'luvas de pelica', situações como esta (e esta é apenas uma...) têm de ser revistas e o processo de providência social prestado a algumas famílias (sejam elas de qualquer estrato social)tem de ser redefinido.
À situação que colocas (e leccionando eu numa escola inserida num contexto socio-cultural empobrecido - Vale da Amoreira - percebo muito o que referes) terá de se contrapor a ajuda financeira (e outras) prestadas a famílias de um estrato social mais 'elevado', cujos rendimentos atingem facilmente os 40/60 mil euros anuais (e mais) e que, ainda assim, por obra de contornemanetos à lei, beneficiam de auxílios que, muitas das vezes, são recusados a famílias muito mais carenciadas.
É apenas só mais uma forma de abordar o mesmo... a desiguladade e injustiça de um processo que ainda tem muito para ser corrigido.

eco de mim disse...

é q esta coisa da escolaridade obrigatória é só um termo, ñ é p/ser levada a sério pq ñ é p/todos... p'los vistos... :(

Cristina disse...

Aqui acontece o mesmo, não com ciganos que aqui não existem, mas com pessoas na assistência social, têm todos os beneficios, e nós o povo que trabalha não conseguimos nada.
Tem uma boa semana

floreca disse...

A propósito, espreita este texto: http://pracadarepublica.weblog.com.pt/2006/09/adivinha_1_1.html

floreca disse...

Falou parte.
http://pracadarepublica.weblog.com.pt/2006/09/adivinha_1_1.html

dia 30 de setembro, "adivinha 1"

aflores disse...

Coincidência...este foi o tema de conversa numa pequena reunião de amigos e familiares, com cafés, pingos e bolachas à mistura.

Anónimo disse...

Oh pá! É que os ciganos, o pessoal quer é vê-los pelas costas, diz-lhe logo que sim a tudo!

Didas

Emiéle disse...

Tocas nesse ponto da discriminação positiva, que é coisa que me custa a engolir. Por outro lado, não sei se será apenas isso (e o apenas, não é um apenas qualquer) se com alguém aqui disse, terem medo deles! Uma vez contei no meu blog, de uma duzia de ciganas que assentaram arraiais na entrada do meu prédio, impedindo a entrada efazendo uma sujeira e gritaria do outro mundo, e eu confess que me encolhia quando queria entrar em casa com receio dos gritos. Reconheço a minha culpa.

Santos Passos disse...

Cá no Brasil são os militantes do MST, do MLST. Os sem terra, sem teto, que transformaram suas carências em meio de vida. Recebem grossos subsídios do governo, invadem fazendas, prédios urbanos, prédios públicos (até o Congresso Nacional já invadiram) e fica tudo por isso mesmo.
Mas não se amofine. Pode piorar.
Beijinhos.

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ acheter cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis commander
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis prezzo
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis comprar