8 de setembro de 2006

Futebolandia

Vinte e três minutos foi quanto durou o assunto "futebol" no Jornal da Tarde de hoje da SIC...
Foi assunto de abertura do noticiário e durou até às 13:23, com uma conferência de imprensa em directo dum tipo qualquer.
O assunto não me interessava, tirei o som à televisão mas deixei estar para ver quanto durava a palhaçada.

Eu compreendo que o futebol seja tema de muitas conversas de café, mas não que ocupem tanto espaço na televisão com os arrufos entre "dirigentes"- figura de estilo para classificar aquelas personagens - e muito menos que ocupem tanto espaço num noticiário!

No outro dia fiquei a saber que a selecção da Finlândia nunca participou num europeu de futebol, muito menos num Mundial!!
Deve ser por isso que são um país tão miserável!
Se calhar nem passam notícias sobre a vida dos dirigentes futeboleiros lá na televisão deles (será que eles têm televisão? Quase sem futebol, nem deve valer a pena!)
E anda o nosso primeiro ministro a querer imitar a Finlândia!
Descer àquele nível!
Santa ignorância!!

4 comentários:

Hindy disse...

Lol
Um beijinho :o)

CHUSSA disse...

Claro que para mudar o nível de um país, têm que se mudar mentalidades e nesse aspecto o nosso caso é grave, gravíssimo....
Talvez o futebol seja a única alegria para muitas pessoas... Para outras (os tontos) nem sabem que existe algo para além do futebol!
O mais triste é quando se ouve na tv dizer que este e aquele jogador estão cansados... Poupem-me!! Esquecem-se de metade da população do nosso país que tem 2 empregos, saem de casa às 8h e voltam às 19h (ou mais) para darem de comer a uma familia. Por favor...

Gotinha disse...

O Governo ou Min. da Educação são umas raposas... deixaram cair esta informação em altura oportuna para mais uma vez os professores serem os maus da fita, os papões de todo o orçamento do estado.
Bah!!!
Esta noite sirvo marisco lá na minha chafarica... tenho que começar a gastar o dinheiro todo antes que se comece a amontoar pelos cantos da casa.

Emiéle disse...

É a palavra certa - "futebolândia". Parece ser a única coisa que apaixona algumas pessoas. Os romanos tinham o Pão e Circo para distrair o povo. Cá o Pão já não é lá muito, e o Circo chama-se Futebol!
A verdade é que gostava que me explicassem como é que se contratam jogadores e treinadores com esses passes fabulosos, e ordenados milionários e depois não pagam ao fisco e à segurança social... O dinheiro dos clubes deve ter um sinal que diz "só para despesas não serve para pagamentos do que se deve"