4 de fevereiro de 2008

Analfabetismo

Vi ontem nas notícias da SIC:
existem em Portugal cerca de um milhão de analfabetos.
Temos uma percentagem de analfabetismo maior do que muitos países europeus há 80 anos atrás!
E, mais grave ainda: alguns (muitos!!) são bastante novos, rondando os 30, 40 anos.
Também os há na casa dos 20 e até mais novos!

Mais chocante ainda:
algumas dessas pessoas já fizeram o mais difícil que foi disporem-se a ir para a escola.
Andaram lá durante um ano, aprenderam os rudimentos da leitura e da escrita e, quando se preparavam para continuar, não o puderam fazer porque o ME não colocou lá nenhum professor!
Profundamente triste e lamentável!

9 comentários:

Emiele disse...

E tanta gente que se pode dizer que está alfabetizada (sabe ler e mais ou menos escrever) mas depois não interpreta aquilo que lê...?! Porque o analfabeto assumido, é contabilizado, mas os outros todos que são quase o mesmo, passam como uma névoa sem se verem.

(choca-me imenso as pessoas que me pedem para ler qualquer coisa dizendo que "se esqueceram dos óculos" - não quer dizer que não aconteça, mas é a desculpa mais usada para o analfabeto envergonhado)

Didas disse...

O ME acaba sempre com a culpa. Mesmo do pessoal ser malandro. Mas é para isso que servem os governos não é? E os árbitros... Ah! E o mau tempo!
Só queria uma nota por cada vez que fui para cascos de rolha à noite dar umas aulinhas do recorrente e não apareceu nenhum aluno!

Pedro disse...

E depois vem o Governo com esta mentira das Novas Oportunidades apenas com o intuito de melhorar as estatísticas para Bruxelas ver... E Cavaco Silva continua calado!

Ciranda disse...

Sabes, Emiele, sempre achei que se tinham esquecidos mesmo dos óculos. Mas eu sou assim, pouco atenta.

Emiele disse...

Ciranda, olha que com certeza que há quem se esqueça dos óculos! Não estou aqui a lançar uma dúvida maldosa. Só que nalguns casos sei mesmo, e noutros palpita-me, que aquilo é porque não está a ser capaz de juntar as letras que vê.

GAIA disse...

concordo com a emiele.. tantos analfabetos embutidos em cursos que se vêem por aá!

pois eu se me esqueço dos meus óculos nem vejo os produtos, quanto mais as letras... ah, mas isso sou eu que sou pitosga, os outros devem ser normais!

Professorinha disse...

Lamentável, realmente... é trite ter o ME que temos, o governo que temos, a fazer campanha e campanha pelo tanto que tem feito pela educação... e no fim, não fez nada, só fez porcaria...

beijos

Eskisito disse...

Mas agora podem tirar as novas oportunidades...basta saberem dar uns toques numa bola...
Beijos

migas (miguel araújo) disse...

AH! mas isto vai dar uma volta.
Basta o cumprimento das (não) exigências do Ministério da Educação no que respeita às avaliações dos aluno, às justificações das faltas e às passagens administrativas, que as estatísticas mudam logo.
E quem tiver uma maior percentagem de alunos reprovados não progride na carreira.
Acaba-se já com o analfabetismo.
Trigo limpo - Farinha amparo.