2 de fevereiro de 2008

Que continue a viver a fartura!

(foto minha)

«O antigo estádio Mário Duarte vai mesmo ser o palco do jogo entre o Beira-mar e o Freamunde depois da Comissão Técnica da Liga ter feito ontem a derradeira vistoria às instalações e ter verificado que a organização do jogo está pronta.»
(Diário de Aveiro, 2/2/2008)

Em 2003 foi construído em Aveiro um grandioso estádio, que serviu para dois jogos do eurpeu!

Apesar do luxo, tem estado sempre às moscas e entretanto foi-se deteriorando (pelo menos por fora, que é a parte que eu vejo)...
Afinal parece que por dentro ainda está pior, pois está imprestável para o futebol.
Por isso, os jogos do Beira-Mar têm sido realizados por aí, em campos emprestados!

Digam lá se não é uma maravilha ser rico!!

5 comentários:

Asulado disse...

Apenas fui uma vez a esse estádio, vai fazer 2 anos, e na altura estava em bom estado. Desconhecia que o Beira-Mar estava a jogar noutros campos.
Por aqui passou-se algo parecido. Havia a necessidade de o Euro não ficar concentrado a norte do Tejo, e decidiu-se construir um estádio na região turística por excelência. O edil olhanense fez uma pressão enorme para que o estádio fosse construído entre os concelhos de Faro e de Olhão, mas os municípos de Faro e de Loulé, na altura de cor política adversa ao olhanense, acordaram uma localização entre os seus concelhos (que ainda há quem discuta se é Esteval, Falfosa ou S. João da Venda), alegando que assim preparariam uma área melhor para receber outras infraestruturas (como o Hospital Central), que nunca mais chegam.
Terminado o Euro, o estádio é actualmente utilizado pelo Farense (que milita na 1ª Divisão Distrital) e pelo Louletano (que disputa a 2ª B), com as afluências que se imaginam. O Olhanense continua a utilizar o José Arcanjo, enquanto as exigências da Liga o permitirem (não só por birra, mas porque a utilização do novo estádio implicaria aos seus adeptos uma deslocação de quase 20 km [só ida]), e o Portimonense também só utilizou o Estádio Algarve quando teve problemas com o seu, e isso implicou aos seus adeptos deslocações de cerca de 60 km (só ida).

SaltaPocinhas disse...

os dois estádios (aveiro e algarve) são os exemplos mais idiotas, de estádios construidos tão longe que as pessoas não podem ir ao futebol.
em aveiro, ao campo antigo iam os velhotes todos que agora tiveram de deixar de ir dada a distancia.

em coimbra, por exemplo, o estadio foi construido no mesmo sitio, dentra da cidade e com um centro comercial incliudo.
lá a afluencia continua a ser grande!

Emiele disse...

Tens toda a razão, Saltapocinhas. O enquadramento do Estádio é talvez a coisa mais importante.
Contudo faz-me espécie porque não se usa esse espaço para outras modalidades desportivas. Antes não ser só futebol e não se deixar deteriorar...

um das artes disse...

Infelismente, só mesmo com o FUTEBOL, é que estes blogs são seleccionados para figurarem na página do Sapo Local...
...sobre críticas à educação, nada...

Anónimo disse...

Vídeo comprovativo sobre o Estádio Municipal de Aveiro e o anterior estádio, Mário Duarte:

http://www.youtube.com/watch?v=iSJ31IBCvj0