7 de julho de 2005

Terrorismo(s)

Depois de uma manhã inteira enfiada numa sala de aulas numa reunião que nem "recreio" teve, chego a casa perto das 14 horas.

Na televisão as imagens de Londres.
Entre o incrédulo (podia ser uma daquelas repetições de qualquer coisa que os jornalistas adoram fazer) e a certeza cada vez maior que afinal era verdade, não era nenhuma repetição, fui ficando a ver.
E a pensar: como é possível haver pessoas tão más?
Pessoas que, por controlo remoto, fazem explodir uma bomba que vai matar tantos inocentes...
Pior ainda: pessoas tão fanáticas que nem se importam de se fazer explodir também...

Os terroristas não têm qualquer tipo de perdão, não há nada neste mundo que justifique os seus actos!
Mas também considero que atacar um país soberano, baseando-se numas suspeitas que nem se vieram a concretizar é um acto de terrorismo igualmente cobarde, onde também morreram (e continuarão a morrer sabe-se lá por quanto tempo) pessoas tão inocentes como as que morreram hoje...

E não se pode parar isto?

12 comentários:

Ultimate_pt disse...

Olá.
Estou a ver que o dia hoje não correu muito bem...amanhã é outro dia.Uma coisa boa.Criei o meu blog...chama-se planeta surrealista.Espero que seja do agradável.
Boa noite.

MRF disse...

Não me parece que vá acabar tão cedo, sobretudo quando do lado dos supostos "bons" está quem está :(

Ana disse...

parar isto... era bom... mas eles aprenderam a ser terroristas com quem hoje os tenta combater...
infelizmente não sei como parar isto

Mocho Falante disse...

De facto a natureza humana é feita deste segredos obscuros que não sabemos mesmo explicar....

Cada vez tenho mais a certeza de que comportamento gera comportamento.

O que me incomoda é a morte de inocentes neste actos tão repugnantes e cobardes

Freddy disse...

Brutal no mínimo...

Beijitos da Zona Franca

Caracolinha disse...

Não há mais palavras que se possam dizer Saltapocinhas ... é o terror em forma de nada e o massacre gratuíto dos inocentes.

Uma merda.

Beijo Revoltado

Vespinha disse...

Volto a dizer o que já disse no "Lugar do Mocho"...
Com Edimburgo ali tão perto...porque visar inocentes?

A Vespinha anti-globalização

Anónimo disse...

Horrivel!!

Carlos Barros disse...

terrorismo

s. m.,
sistema de governar pelo terror e com medidas violentas;

actos de violência praticados contra um governo, uma classe ou mesmo contra a população anónima, como forma de pressão visando determinado objectivo;

forma violenta de luta política com que se intimida o adversário;

modo de impor a vontade por meio da violência e do terror.

...esta é a defenição..vejam lá se não ha terrorismo por cá..no nosso emprego...e por outros sitios...?

Luís Monteiro da Cunha disse...

Olá e bom fds.
No meu blog, poderás encontrar uma das respostas...
Bufagato

danirmartin disse...

Infelizmente, acho que isto só é o princípio...

JesusRocks disse...

São situações diferentes que merecem análises diferentes.