6 de janeiro de 2009

Vamos dar uma força à Tânia?

Já este ano, contei aqui a história da Tânia-menina-coragem que, com apenas 26 anos, se encontra no hospital à espera de um transplante de coração.

Soube hoje, por um mail da tia, que a Tânia está muito mal, nos cuidados intensivos.
Arrepia-me que se esteja tão doente com tão pouca idade, mas ainda me incomoda mais no caso da Tânia, pois é uma verdadeira mulher-coragem.
Mesmo doente e já depois de muito doente, continuei a receber mails da Tânia, quase sempre sobre ajuda a animais. A Tânia pertence aos amigos dos animais da Moita e nem gravemente doente deixou de se preocupar com a (má) sorte dos bichos.
Incrível, ainda mais numa altura em que dizem que os jovens não se interessam por nada, que são egoístas e outras balelas.
Também, e apesar de doente, a Tânia continuou sempre a estudar (mas não era uma simples estudante: a Tânia trabalhava de dia e estudava à noite).
É também uma leitora compulsiva e poucos se podem gabar de terem lido tantos livros como aquela miuda já leu!

E não sei mais o que dizer, estou sem palavras.
O último post do blog dela foi escrito pelo namorado.
Se puderem, passem por lá e dêem uma força.

6 comentários:

Emiele disse...

Já lá fui.
Há situações que fazem as nossas pequenas chatices serem mesmo vistas como... pequenas chatices!

tulipa disse...

OLÁ AMIGA

Tudo o que escreves é a mais pura verdade, e não é por a Tânia ser minha sobrinha, mas ela é mesmo uma menina especial.

Uma menina-coragem também, só nas últimas 3 semanas, a coragem foi enfraquecendo, tal como enfraquecia o seu coração, as suas forças, porque ela tem noção de tudo que acontece, ela interessa-se, faz perguntas e sabe...

A minha revolta é precisamente para com a equipa de médicos e outros profissionais da saúde, que apenas dia 6 reuniram para decidir o que fazer, quando nós, família viamos que nas ultimas 3 semanas a coisa estava a complicar-se demais. Se estas reuniões e decisões tivessem sido há 3 semanas, o estado dela não se tinha deteriorado tanto, como está agora.

Logo eu que já trabalhei em hospitais e lidei de frente com a morte, fico revoltada e arrepio-me que se deixe passar o tempo, porque neste caso o tempo é inimigo da situação, como se viu ontem o que aconteceu...

Também eu não sei mais o que dizer, estou sem palavras.
Uma coisa digo, que se a vitória da Tânia depender da força da oração e da união que existe na blogosfera, ELA JÁ VENCEU.

inca disse...

por causa de ti passei a visitar os blogs da tânia, quando li o ultimo post escrito pelo namorado, fiquei revoltada, custa sempre perceber que muitas vezes acontecem cosas más a pessoas boas.Espero que a Tânia fique melhor, estou a torcer por ela.

aflores disse...

(In)felizmente histórias destas são partilhadas cá em casa, devido à profissão da minha mulher.
São situações que não consigo comentar, a não ser deixar a minha solidariedade.

ameixa seca disse...

São estas situações que me levama não entender o rumo das coisas. As pessoas boas são tão martirizadas e não merecem!!!
Como sabes partilho a mesma paixao pelos animais :)

maria mar disse...

Visitei! Deixei o meu beijinho! e...não sei mais k dzr... faltam-me as palavras. :(
mm