1 de outubro de 2008

Cansada disto!

Embora não sendo hoje o meu dia de "castigo" (isso é à segunda-feira), fiquei a trabalhar na escola com um pequeno grupo de colegas até às 18 horas.

Perto das 17 horas vim à porta e já um bando de mães aguardava pelos seus rebentos que sairiam às 17:30.
E é assim todos os dias: as "ocupadíssimas" mães que a senhora ministra tanto protege e de quem tem tanta pena, ficam ali à porta da escola, no paleio, às vezes cerca de uma hora!!

Eu, cansada de trabalhar, meti-me logo para dentro, cheia de vergonha...

11 comentários:

Shakti disse...

LOL-Fizeste-me lembrar quando vou buscar o meu príncipe mais velho que também saí às 17h30m...devo ser das últimas a chegar(e olha que estou lá perto das 17h15m) e pareço um ET...não conheço ninguém e estão um sem número de mães e avós e avôs(às vezes da mesma criança)a falarem uns com os outros...Normalmente ele é dos primeiros a sair ...meto-me no carro e lá vou eu ...mas no dia do tal vermelho nas AECs dele , foi dos últimos a sair da sala...acreditas que além de estarem a falar antes dos filhos quando passo de carro para me ir embora estão pelo menos 5 mães de meninas da turma dele no café perto da escola sentadinhas na esplanada?!?-E olha que pelo aspecto têm mais ou menos a minha idade (por volta dos 30)...
bjs e desculpa este testamento ...

ameixa seca disse...

Cá em casa também comentamos esses papás que se colocam à porta das escolas com os automóveis, muitas vezes, a impedir a passagem de outras viaturas e ali ficam a dar à treta. Pelo menos iam adiantando o trabalho doméstico e já não podiam dizer que não têm tempo de ajudar os filhos com o TPC.

Paula disse...

pois eu estou "cansada disto" e de outras coisas parecidas e outras menos parecidas mas que acabam por ir dar ao mesmo

Manga dalpaka disse...

Mas a ministra protege as mães?! Há aqui qualquer coisa errada. Vou pedir protecção à ministra. Contra o quê não sei.

Saltapocinhas disse...

ok manda d'alpaca, eu vou explicar-te como ss fosses muito tapadinha, coisa que não és!!

talvez o termo "proteger" não seja o melhor, mas foi o que me ocorreu depois de 9 horas de trabalho e muitos nervos.

deves saber (ou pelo menos imaginar) que esta treta das AEC só serve para as criancinhas ficarem guardadas nas escolas à custa de mão de obra barata ou já paga (como acontece quando sou eu que fico a tomar conta deles)

entretanto grande parte dessas mães estão em casa ou no café. (hoje fui ao café que também é padaria comprar pão e estavam lá 2!!! isto às 4 da tarde!!!)

são essas as que mais apoiam a medida da minitsa. a maior parte das que realmente estão a trabalhar, se por acaso se despacham amis cedo vão mais cedo buscar os filhos.
é que essas têm o que fazer em casa, por isso não podem perder tempo.
e porque o direito à indignação é um dos que jamais me poderão tirar, vou fazendo uso dele!

Angel disse...

Ontem fui visitar a minha turma das AEC do ano passado (a outra era do 4º ano e passaram tds p o 2º ciclo) e a professora titular deles estava de rastos - ñ é que lhe puseram Apoio ao Estudo à 3a e à 4a??? Ela diz q dava em doida, pois este ano está c o 1º ano e com mais 5 ex-alunos meus recambiados de outra escola, pois cm eram só meia dúzia deles fecharam essa escola e eles foram distribuídos pela mais próxima... Não sei cm fazem estas coisas! É cm dizes, é para ter os meninos na escola até quase de noite (horário de Inverno). Eu sinceramente não vejo grande utilidade no Apoio ao Estudo no 1º ciclo, mt menos no 1º e 2º anos. Eu ñ tive isso no meu tempo e o professor ajudava quando era preciso, sem ter uma hora específica p isso!!!

mfc disse...

Não guerreies as mães... elas não têm culpa daquela senhora ser Ministra!

Emiele disse...

É complicado medir-se tudo pela mesma medida. Por um lado para as mães que trabalham deveria de facto existir uma Ocupação de Tempos Livres (de preferência que não fosse na Escola, que os miudos às tantas já devem deitar a escola pelos olhos) que ajudasse a completar os tempos não lectivos mas quando as crianças não têm ninguém em casa.
Por outro, esses pais que se pavoneiam sem aparentemente fazerem nada, delegando noutros a educação e acompanhamento dos filhos, dão um mau exemplo incrível. Asim como conta a Ameixa, o ir-se buscar a criabnça à escola de pópó, quando muitas vezes a casa é perto e só fazia bem às criancinhas andar um bocado a pé.

Emiele disse...

Depois de ler o que escrevi, para além das gralhas, achei-me muito sentenciosa.
Contudo,a verdade é que conheço as duas faces da moeda. Sei de mulheres que se vêm aflitas para acompanhar os filhos que muitas vezes já pequenos têm a chave de casa, e também me irrita os casos que conheço de passoas como descreves, que aproveitam quem lhes cuide dos filhos para ficarem na conversa sem serem incomodadas.

Manga dalpaka disse...

Ah! Já percebi! As sanguessugas do sistema!

Saltapocinhas disse...

mfc:
como disse e muito bem a manga dálpaca, são as sanguessugas do sistema...
infelizmente têm filhos, mas eu não guerreio as mães!!

a emiele disse aquilo que eu gostava de ter dito se fosse mais ponderada e mais politicamente correcta: de facto há pessoas para quem a escola aberta até mais tarde faz imenso jeito.
mas não da maneira que está, onde aquilo se pode chamar tudo menos "enriquecimento curricular"

de facto as crianças estão lá guardadas, mas numas condições que deviam envergonhar qualquer ministra da educação que merecesse esse nome!